fbpx
Sequência didática: Cultura popular brasileira

Sequência didática: Cultura popular brasileira

O termo cultura é muito amplo, sendo o resultado da interação contínua de pessoas de diferentes regiões. A literatura da área aponta, de maneira geral, três definições de cultura, considerando que as discussões atuais são mais profundas. A Cultura Erudita é aquela que surge no seio da academia e é considerada como “oficial” e “padrão”; é transmitida pela escrita. A Cultura de Massa é aquela compartilhada pelos meios de comunicação de massa, frutos do desenvolvimento tecnológico. A Cultural Popular, por sua vez, surge no povo como uma criação coletiva e é compartilhada de geração a geração, sobretudo, pela oralidade.

De acordo com Rocha (2009)1, a “cultura popular” chama a atenção de estudiosos, na Europa, desde o século XVIII. O Iluminismo e, posteriormente, o Evolucionismo aplicado à sociedade contribuiu com a defesa dos valores e costumes ameaçados de desaparecimento, uma espécie de resistência cultural e preservação da tradição do povo.

A cultura popular passou a ser sinônimo de folclore a partir de uma publicação do etnólogo inglês William John Thoms, em 1948, quando utilizou o termo folk-lore (saber do povo) para se referir ao estudo das antigas manifestações populares. O estudo do folclore é fundamental para o conhecimento social e psicológico de um povo, pois, mesmo sem perceber, o folclore influencia o pensar, o sentir e o agir dos indivíduos.

O Brasil é um país com dimensões continentais e sua história é marcada pela interação de povos advindos de diferentes locais do mundo; por esse motivo, é um país onde se encontra diferentes manifestações artísticas e culturais. Explorar a diversidade cultural popular no âmbito escolar é uma ação necessária para influenciar os estudantes a valorizarem e fruírem esse conjunto de saberes, o que pode ainda ajudar em uma melhor compreensão da realidade brasileira.

Ilustração Cultura Popular Brasileira.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) apresenta que, no Ensino Médio, a cultura popular é explorada na área de Linguagens e suas Tecnologias, no que se refere a apreciação e participação nas diferentes manifestações artísticas e culturais. Duas competências específicas (mais especificamente 4 e 6) contemplam a cultura e a relaciona à Língua e à Arte.

Já na área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, a BNCC indica que o conceito de cultura remete à ação de cultivar saberes, práticas e costumes em um determinado grupo, considerando que os indivíduos são produtores e produtos das transformações culturais de seu tempo. Nessa área de conhecimento, a cultura, na Base, é contemplada na competência específica 1.

A sequência didática a seguir propõe um conjunto de atividades que abordam a cultura popular brasileira. Alinhada com a situação atual de isolamento social e ensino remoto emergencial, a proposta pode ser realizada on-line, por meio de ferramentas digitais. Com isso, explora-se também tanto a computação quanto as tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC).

1 ROCHA, G. Cultura popular: do folclore ao patrimônio. Mediações, v. 14, n.1, p. 218-236, 2009.

TemaCultura popular brasileira
Objetivos

Ampliar o conhecimento relacionado à cultura popular brasileira. Realizar apresentação por meio de painéis/pôsteres que abordam a cultura popular brasileira.
Público-alvo
1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio

Áreas de conhecimento
Linguagens e suas Tecnologias Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Habilidades

(EM13LGG401) Analisar criticamente textos de modo a compreender e caracterizar as línguas como fenômeno (geo)político, histórico, social, cultural, variável, heterogêneo e sensível aos contextos de uso.
(EM13LGG601) Apropriar-se do patrimônio artístico de diferentes tempos e lugares, compreendendo a sua diversidade, bem como os processos de legitimação das manifestações artísticas na sociedade, desenvolvendo visão crítica e histórica.
(EM13LGG602) Fruir e apreciar esteticamente diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, assim como delas participar, de modo a aguçar continuamente a sensibilidade, a imaginação e a criatividade.
(EM13CHS104) Analisar objetos e vestígios da cultura material e imaterial de modo a identificar conhecimentos, valores, crenças e práticas que caracterizam a identidade e a diversidade cultural de diferentes sociedades inseridas no tempo e no espaço.

Tempo estimado
5 aulas (de 50 minutos)

Recursos da aula

– Computador ou smartphone com conexão à internet. – Slides para apresentação dos temas de cada módulo.

Etapas

Apresentação da situação Produção inicial Módulo 1 Produção final
Apresentação da situação

– Realize um encontro on-line (via meet, zoom, entre outros) com os estudantes para contextualizar o tema e analisar os conhecimentos prévios dos estudantes acerca da cultura popular brasileira. Discuta os diferentes conceitos de cultura, apontando que há uma ampla discussão sobre esses conceitos. Se possível, utilize apresentação de slides para facilitar o entendimento.
– Esse também é um momento para esclarecer o que será desenvolvido ao longo das aulas e os estudantes deverão realizar na produção final (criação de painéis ou pôster).
Produção inicial

– Em encontro on-line, apresente as diferentes manifestações culturais brasileira, atentando para a dança, artes plásticas e literatura.
– Com base nos conceitos apresentados ao longo das aulas, abra a discussão para a seguinte questão: Os produtos massificados (a TV, por exemplo) podem conter as manifestações culturais regionais?
– Permita que os estudantes apresentem os diferentes pontos de vista.
– Para aprofundar as discussões, indique que os estudantes assistam à videoaula “A tradição e a cultura popular e de elite” (disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ysgkdSP9k0g). As demais aulas podem ser visualizadas em: https://www.youtube.com/playlist?list=PLxI8Can9yAHe7b3dlUw3WBm2cHDzh6AH2.

Módulo 1

– Nessa aula/módulo, o objetivo é refletir sobre as diferentes manifestações folclóricas brasileiras. Nesse momento, é importante destacar que os conceitos de cultura popular e folclore são divergentes. Apresente as diferentes manifestações folclóricas presentes em diferentes regiões/estados brasileiros.
– Sala de aula invertida – Separe a turma em grupo e peça que pesquisem sobre as seguintes temáticas: Escultura Artes Plásticas Carnaval Bumba-meu-boi Rituais indígenas Essa pesquisa inicial será a base para a produção dos painéis pelos estudantes. Se julgar necessário, pode-se propor a pesquisa de outras temáticas.
Produção final– Nesta aula, os grupos serão orientados na produção dos painéis/pôsteres de acordo com os temas pesquisados. O pôster é uma forma de apresentação muito utilizados em eventos científicos, congressos e feiras. Nele, os expositores registram suas pesquisas, separando as informações em tópicos (geralmente: introdução, metodologia, resultados, conclusões, referências). – Para isso, indique que os estudantes: Planejem as seções do painel. Resumam as informações pesquisadas relacionadas ao tema da cultura popular brasileira do grupo. Produzam ou reproduzam (dando a fonte) de gráficos, infográficos, tabelas, mapas e esquemas. Decidam em qual programa de edição de texto desenvolverão o pôster. Pode-se indicar o uso do powerpoint ou o site https://www.canva.com/pt_br/criar/banner/academico/. Planejem o tamanho da letra. Atribuam um título. Para mais informações, sugira que os estudantes acessem o site: https://blog.even3.com.br/dicas-para-montar-poster/. Os estudantes deverão gravar a apresentação dos pôsteres em vídeo.
– Por fim, os estudantes devem compartilhar as produções (pôster e vídeo) nas redes sociais que mais utilizam. Se a escola tiver site ou blog, é importante a publicação dos pôsteres nesses meios também,
COMPARTILHE: