fbpx
Projetos Integradores – Ciências Humanas

Projetos Integradores – Ciências Humanas

SEQUÊNCIA DIDÁTICA 7 – QUESTÕES AMBIENTAIS CONTEMPORÂNEAS

            Atenção Professor! Essa proposta foi pensada de modo a atender ao ensino remoto de emergência, todos os seus procedimentos e etapas possuem indicações de como adaptá-la ao ambiente virtual.

Etapa de ensino

Médio, (1ª, 2ª e 3ª ano)

Tempo estimado

4 a 5 aulas

Objetivos

  • Investigar as implicações das ações humanas no meio ambiente. 
  • Analisar o meio ambiente e as relações com os elementos que o compõem. 
  • Identificar formas e ações de preservação da natureza.

Componentes curriculares contemplados

  • Geografia – o estudo do meio e as consequências das ações humanas sobre o habitat.
  • História – o papel dos indivíduos na curadoria do meio ambiente durante diferentes períodos históricos.

Competências e habilidades desenvolvidas

  • Competências Gerais 2 e 7
  • Competência Específica 1
  • Habilidades: EM13CHS102; EM13CHS103; EM13CHS302; EM13CHS305;EM13CHS306

Introdução

            Desde a Primeira Revolução Industrial, o homem vem trazendo novas técnicas e recursos que facilitam e descomplicam as atividades cotidianas. Essas inovações foram sendo introduzidas na vida dos indivíduos e, com elas, uma série de desafios foram surgindo, uma vez que os novos métodos de produção passaram a exigir mão de obra especializada e uma exploração cada vez maior dos recursos naturais.

            A necessidade por qualificação acompanhou o homem e o fez buscar recursos facilitadores na busca por melhorias na produção, como fontes de energia não renováveis, a exemplo do carvão e do petróleo, levando à extração cada vez mais abrupta das matérias primas que, na maioria dos casos, não conseguem ser repostas na natureza. Ao longo da Primeira e da Segunda Revolução Industrial, essas práticas eram muito comuns e nunca foram contestadas, pois o avanço do sistema capitalista precisava ser consolidado e estava acima das questões ambientais.

            Foi apenas em 1972,com conferência de Estocolmo, na Suécia, que o meio ambiente passou a ser pauta de discussões entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos. O objetivo do encontro era discutir sobre os impactos das ações humanas sobre o meio ambiente. A preocupação com o meio natural e as ações antrópicas deixou de ser exclusiva de ativistas e ONGs e passou a incitar debates em escala global. É preciso encontrar um equilíbrio entre desenvolvimento econômico e a preservação da natureza.

            As mudanças climáticas, diretamente implicadas ao fenômeno do aquecimento global, por exemplo, resultam em fenômenos atípicos que afetam o habitat de diferentes seres vivos, causando um desequilíbrio ecológico. Um exemplo recente é a nuvem de gafanhotos que assolou a américa latina, fenômeno diretamente relacionado à elevação das temperaturas, que aumenta a velocidade de reprodução desses insetos. Alguns estudos apontam que não há tendência geral que justifique a frequência de ciclones em nível mundial, mas esse fenômeno parece estar ocorrendo com cada vez mais frequência, como o que atingiu o Sul do Brasil entre os dias 30 de junho e 03 de julho de 2020.

            Considerando não apenas acontecimentos recentes, mas as discussões de longa data acerca da urgente necessidade de preservação do meio ambiente, esta proposta de sequência didática, baseada na metodologia de projetos, tem como objetivo promover um debate acerca das consequências da degradação do meio ambiente pelas ações humanas, bem como de promover ações de conscientização sobre respeito à natureza e desenvolvimento sustentável.

Procedimentos metodológicos

Etapa 1

  • Ao iniciar a aula, introduza os avanços suscitados pelas três Revoluções Industriais, criando um link entre elas e o uso demasiado dos recursos naturais; no ambiente virtual você pode utilizar a ferramenta on-line padlet e criar uma linha do tempo; ou pode optar pela elaboração de slides; em ambos os casos é preciso habilitar o compartilhamento de tela.
  • Durante a exposição, provoque o senso crítico dos alunos levando-os a refletir sobre: Qual a importância da preservação ambiental para as gerações futuras? Qual o verdadeiro papel do desenvolvimento sustentável? E como os impactos no meio ambiente interferem no nosso cotidiano? 
  • Apresente reportagens sobre a recente nuvem de gafanhotos que assustou alguns países da América Latina (https://gizmodo.uol.com.br/o-que-e-nuvem-gafanhotos/) e sobre o ciclone bomba que atingiu a região Sul do Brasil (https://veja.abril.com.br/blog/impacto/ciclone-bomba-o-que-explica-o-fenomeno-que-atingiu-o-brasil/); levante uma reflexão acerca da relação entre a ação antrópica e os fenômenos supracitados.
  • A seguir, faça os seguintes questionamentos: Qual o sentido do acúmulo de capital se o futuro das gerações é incerto?Como os avanços do sistema econômico contribuem para fenômenos como a nuvem de gafanhoto? Qual a relação existente entre o aquecimento das águas dos oceanos e o aquecimento global?
  • Introduza, neste momento, uma série de fatos históricos que contribuíram para a mudança do Clima; destaque a importância da ONU na primeira Conferência Internacional para o meio ambiente e a criação da PNUMA, para que os alunos possam associar este evento a um marco nos debates sobre desequilíbrio ambiental.
  • Questione os alunos sobre a relação de desigualdades entre os países desenvolvidos e subdesenvolvidos no quesito “emissão de substâncias nocivas à camada de ozônio”, como o gás carbônico (CO2);
  • Para a próxima aula, requisite aos alunos uma pesquisa que aponte o que provoca uma nuvem de gafanhotos e como as alterações climáticas podem alterar a presença de ciclones; divida a turma em grupos e solicite a produção de um texto sobre os temas.

Etapa 2

  • Considerando que os alunos realizaram a pesquisa solicitada anteriormente, inicie a aula orientando-os a compartilhar as informações obtidas;no ambiente virtual, selecione 2 ou 3 alunos para expressarem os conhecimentos adquiridos com a pesquisa e suas produções textuais.
  • Com base nas pesquisas realizadas e nas produções textuais apresentadas pelos alunos, deve-se concluir que, apesar dos grandes esforços das conferências Internacionais e de ONGs, ainda há um longo percurso a ser percorrido na conscientização acerca de um mundo mais sustentável. 
  • A fim de ampliar a discussão, você pode assistir um dos vídeos indicados a seguir com os alunos ou sugerir que eles assistam em casa; no ambiente escolar, você pode utilizar um computador e um aparelho de data show para reproduzir o vídeo; no ambiente virtual, é só habilitar o compartilhamento de tela.

– Derretimento de geleiras na Groelândia

– Um Novo Mundo Quente Derreteu Uma Geleira de 700 Anos

  • Conclua a aula levantando uma reflexão sobre a função do Desenvolvimento Sustentável, que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem suas próprias necessidades.

Etapa 3 – no ambiente escolar

  • Considerando as reflexões e aprendizados das aulas anteriores, esta etapa é dedicada à produção de uma paródia pelos alunos; sugerimos que a turma seja dividida em grupos de aproximadamente 5 alunos;
  • Antes de iniciar o processo de produção, apresente aos alunos exemplos de paródias com músicas atuais e conhecidas por eles, para que eles possam se sentir mais motivados no processo de produção;
  • As equipes deverão produzir suas próprias paródias e buscar recursos musicais disponíveis na escola, junto ao professor da área; caso não seja possível, os alunos podem trazer instrumentos musicais de casa ou até mesmo criar seus próprios recursos; 
  • O conteúdo da paródia deve estar relacionado às questões ambientais de preservação e desenvolvimento sustentável;
  • Ao término das produções, organize um evento que pode ou não contar com a participação da comunidade escolar para que os grupos possam apresentar suas paródias.

Etapa 3 – no ambiente virtual

            No ensino remoto, essa etapa deve ser realizada pelos alunos em um momento posterior à aula. Cabe ao professor, no entanto, orientar os alunos antes da execução da atividade.

  • Considerando as reflexões e aprendizados das aulas anteriores, esta etapa é dedicada à produção de uma paródia pelos alunos; sugerimos que a turma seja dividida em grupos de aproximadamente 5 alunos;
  • Antes de iniciar o processo de produção, apresente aos alunos exemplos de paródias com músicas atuais e conhecidas por eles, para que eles possam se sentir mais motivados no processo de produção;
  • As equipes deverão produzir suas paródias e buscar recursos musicais digitais; o YouTube apresenta algumas ferramentas, mas os alunos podem utilizar qualquer aplicativo ou software de música/som.
  • O conteúdo da paródia deve estar relacionado às questões ambientais de preservação e desenvolvimento sustentável;
  • Ao término das produções, os alunos podem produzir vídeos ou arquivos de áudio que possam ser compartilhados nas redes sociais da escola. 

Material Necessário

Para o ambiente escolar, computador com acesso à internet, aparelho retroprojetor.

Sugestões de Vídeos

Nuvem de gafanhotos: o que se sabe sobre a ameaça à agricultura que se aproxima do Brasil?

Https://www.youtube.com/watch?V=ykzwihfufeu

Ciclone Bomba: vídeos mostram estragos causados no sul do Brasil

Https://www.youtube.com/watch?V=4jxvso8jvwo

Sugestão de Leitura

Climatologia de ciclones explosivos para a área ciclogenética da América do Sul

Https://www.scielo.br/scielo.php?Script=sci_arttext&pid=S0102-77862013000100005

COMPARTILHE: