fbpx
Projetos Integradores – Linguagens e suas Tecnologias

Projetos Integradores – Linguagens e suas Tecnologias

SEQUÊNCIA DIDÁTICA 2 – A MULHER NO DISCURSO PUBLICITÁRIO

Atenção Professor! Essa proposta foi pensada de modo a atender ao ensino remoto de emergência, todos os seus procedimentos e etapas possuem indicações de como adaptá-la ao ambiente virtual.

Etapa de ensino

Médio, com foco no 3º ano

Tempo estimado

4 a 5 aulas

Objetivos

  • Refletir acerca do papel social da mulher, sob uma perspectiva histórica e cultural, na contemporaneidade;
  • Compreender como os discursos das propagandas publicitárias podem contribuir para a construção de uma imagem positiva ou negativa da mulher;
  • Produzir uma peça publicitária de caráter educativo para promover o empoderamento e o protagonismo feminino.

Componentes curriculares contemplados

  • Língua portuguesa – interpretação textual (análise do discurso) e produção de texto publicitário;
  • História – o papel social da mulher ao longo da história;
  • Geografia – dados estatísticos sobre feminicídio e empreendedorismo feminino

Introdução

A história das mulheres e a atuação das mesmas na construção dos modelos atuais de sociedade sempre tiveram como base a relação de diferenças com o homem e o jogo de dominação/subordinação no qual a mulher sempre foi posta no lugar de inferioridade. Nessa relação de poder, por muito tempo, as mulheres foram representadas no âmbito da vida doméstica, tendo como justificativa seus atributos biológicos que naturalizavam o papel de mãe e zeladora do lar. Por outro lado, os homens, naturalmente mais fortes e racionais, assumiam o papel de chefe provedor. No entanto, ao longo dos séculos, esse discurso científico/biológico sobre a desigualdade de gêneros foi revelando sua verdadeira essência, que era muito mais cultural, ideológica e social (construção).

Atualmente, é no mínimo estranho pensar que esse lugar de sujeição atribuído às mulheres estava tão enraizado na nossa cultura que foi até mesmo legalizado pelo Código Civil de 1916, que além de reafirmar o papel do homem como líder da sociedade conjugal, limitava os direitos das mulheres, tornando-a legalmente subjugada à figura masculina (pai, irmão, marido).

Na realidade, muitos dos direitos conquistados pelas mulheres no Brasil são recentes: o direito ao voto foi conquistado em 1932; o direito à licença maternidade foi conquistado com a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) de 1943; o Estatuto da Mulher Casada, de 1962, garantiu a colaboração da mulher na chefia da sociedade conjugal; em 1977, a Lei do Divórcio foi editada e houve avanços significativos. Contudo, considera-se a Constituição Federal de 1988 um marco na conquista de direitos, pois nela foi garantida a equidade entre homens e mulheres. Nesse trajeto, em 2006, acrescenta-se a Lei Maria da Penha, que confere à mulher uma maior proteção em casos de violência, a partir da criação de juizados especiais que podem prever penas ao agressor e licenciar as medidas protetivas necessárias.

Entendo essa trajetória na busca por direitos, igualdade e respeito das mulheres como uma luta continua, que perdura até os dias atuais, esta proposta de sequência didática, baseada na metodologia de projetos, propõe um estudo dos discursos publicitários sobre a mulher na contemporaneidade, entendendo a língua e seus usos como materialização de discursos ideológicos produzidos em dado momento histórico.

Procedimentos metodológicos

Etapa 1

  • A fim de introduziro estudo sobre o papel social da mulher ao longo da história, apresente a série de fotos do projeto Mundo Paralelo, idealizado pelo fotógrafo libanês Eli Rezkallah (link para acesso: https://www.megacurioso.com.br/estilo-de-vida/112423-fotografo-recria propagandas-machistas-invertendo-generos.htm); no ambiente escolar, as fotos podem ser impressas e coladas em cartolinas ou projetadas por meio de slides e um aparelho retroprojetor; no ambiente virtual, você pode optar por compartilhamento de tela e acessar ao site junto com os alunos, ou pode ainda produzir slides e acrescentar comentários.
  • Ao apresentar as peças publicitárias das décadas de 50 e 60, que compõem o projeto fotográfico, levante uma reflexão acerca do lugar que a mulher ocupava na sociedade ocidental daquela época em comparação com os dias atuais. Faça os seguintes questionamentos: Qual era o papel social da mulher na sociedade dos anos 50 e 60? Esse papel mudou na contemporaneidade? Que eventos históricos contribuíram para isso?
  • Introduza neste momento uma série de fatos históricos que contribuíram para a mudança do lugar da mulher na sociedade ocidental ao longo do tempo; essa é uma oportunidade interessante para o diálogo entre as disciplinas língua portuguesa e história, pois os fatos históricos emergem da análise do texto.
  • Por fim, faça o seguinte questionamento: a relação de desigualdade entre os homens e mulheres mudou? Esse é um momento importante para levar os alunos a refletirem sobre o que é de fato igualdade ou equidade, uma vez que inverter os papeis, mantendo a mesma relação de dominação/subordinação, não garante a construção de uma sociedade igualitária.
  • Para a próxima aula, solicite aos alunos uma pesquisa sobre feminicídio e empreendedorismo feminino, incentivando a inclusão de dados estatísticos às informações; como são dois temas, você pode dividir a turma em dois ou mais grupos.

Etapa 2

  • Considerando que os alunos realizaram a pesquisa sobre feminicídio e empreendedorismo feminino, inicie a aula orientando-os a compartilhar os dados estatísticos e as informações obtidas; no ambiente virtual, selecione dois ou três alunos para manifestar seus resultados de pesquisa.
  • A partir, principalmente, da leitura dos dados estatísticos apresentados pelos alunos, deve-se chegar à conclusão de que a desigualdade ainda permanece, apesar dos inúmeros avanços.
  • Para reforçar essa ideia, apresente peças publicitárias mais atuais que ainda reforçam estereótipos negativos sobre as mulheres (sugestão: https://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2017/02/02/o-antes-e-depois-das-campanhas-de-cerveja.html); em seguida, apresente campanhas ou peças publicitárias que trazem um discurso diferente, de empoderamento e igualdade em relação às mulheres (sugestão: https://www.youtube.com/watch?v=mOdALoB7Q-0).
  • Para a apresentação das peças e/ou campanhas publicitárias no ambiente escolar, você pode colar as imagens em cartolinas ou projetá-las por meio de slides e um aparelho retroprojetor; no ambiente virtual, você pode optar por compartilhamento de tela ou ainda produzir slides e acrescentar comentários.
  • Conclua a aula levantando uma reflexão sobre a função social das propagandas e das peças publicitárias, que podem reafirmar ou ressignificar discursos, conceitos, ideias, estereótipos e ideologias sobre os gêneros masculino e feminino.

Etapa 3 – no ambiente escolar

  • Considerando as reflexões e aprendizados das aulas anteriores, está etapa é dedicada à produção de uma peça publicitária pelos alunos; sugerimos que a turma seja dividida em duplas ou trios;
  • Antes da produção, apresente aos alunos as características básicas do gênero discursivo peça publicitária.
  • Cada dupla ou trio deverá produzir uma peça publicitária por meio de um cartaz, feito manualmente ou a partir de recursos digitais – para esta opção, é preciso solicitar o uso da sala de informática da sua escola e a orientação de um professor da área, e o cartaz deverá ser impresso;
  • A peça publicitária deve conter um produto que esteja relacionado ao “universo feminino” e uma mensagem de empoderamento e protagonismo da mulher na sociedade contemporânea; incite-os a pensar “fora da caixinha” – o que é de fato “próprio para mulheres”?
  • Após a produção, organize um pequeno evento na escola para apresentar as peças publicitárias dos alunos; pode ser uma exposição na própria sala de aula, com a participação de outras turmas, professores e demais membros da comunidade escolar.

Etapa 3 – no ambiente virtual

No ensino remoto, essa etapa deve ser realizada pelos alunos em um momento posterior à aula. Cabe ao professor, no entanto, orientar os alunos antes da execução da atividade.

  • Considerando as reflexões e aprendizados das aulas anteriores, está etapa é dedicada à produção de uma peça publicitária pelos alunos; sugerimos que a turma seja dividida em duplas ou trios;
  • Antes da produção, apresente aos alunos as características básicas do gênero discursivo peça publicitária.
  • Cada dupla ou trio deverá produzir uma peça publicitária por meio de um cartaz, feito a partir de recursos digitais – pata tal, você pode solicitar a orientação de um professor da área de informática, a fim de indicar aos alunos quais são os melhores recursos para esta produção; outra opção é a elaboração de um vídeo, com manipulação de imagens ou atuação dos próprios alunos, o que pode exigir ainda mais conhecimentos da área de informática, por isso, converse com os alunos antes de optarem por esse formato.
  • A peça publicitária deve conter um produto que esteja relacionado ao “universo feminino” e uma mensagem de empoderamento e protagonismo da mulher na sociedade contemporânea; incite-os a pensar “fora da caixinha” – o que é de fato “próprio para mulheres”?
  • Após a produção, compartilhe as peças publicitárias dos alunos nas redes sociais da escola, contextualizando os objetivos desta proposta pedagógica.

Matérias necessários: para o ambiente escolar, computador com acesso à internet, aparelho retroprojetor e/ou cartolina, recortes de revista, lápis coloridos, tesoura, cola etc.

Sugestões de texto

Blog MVC Editora

Sugestão de vídeos

Canal Ciência USP

Canal Smack.pt

Canal Mulheres de Luta

COMPARTILHE: